Carta de Circularização: O que é, Para que Serve, Modelos

A carta de circularização, também conhecida como Confirmação Externa ou Relatório de Posição de Saldo, é uma ferramenta fundamental na área de auditoria e contabilidade.

Neste post você confere o que é uma carta de circularização, por que ela é importante, como é usada e quais são os diferentes tipos de cartas de circularização, além de modelos prontos.

O Que é uma Carta de Circularização?

Uma carta de circularização é um documento enviado por um auditor ou contador para terceiros com quem uma empresa tem transações financeiras. O objetivo principal é obter informações independentes e verificadas sobre essas transações.

Essa carta é geralmente enviada a clientes, fornecedores, instituições financeiras e outras partes com as quais a empresa mantém relacionamentos financeiros.

O documento conta com perguntas específicas sobre as transações ou saldos em questão, e os destinatários são convidados a confirmar ou fornecer detalhes sobre essas informações diretamente ao auditor ou contador. Ela ajuda a verificar a precisão e a legitimidade das informações financeiras relatadas pela empresa.

É por isso que, sim, este documento pode ser emitido sem a citação de valores, solicitando ao destinatário o fornecimentos de todos os detalhes.

Por Que a Carta de Circularização é Importante?

A carta de circularização desempenha um papel fundamental na garantia da qualidade e da confiabilidade das demonstrações financeiras de uma empresa. Ela é utilizada nos casos em que a empresa auditada não fornece informações seguras ou para a confirmação das informações prestadas ao auditor.

A carta permite que uma fonte independente verifique as transações financeiras da empresa. Isso ajuda a evitar erros, fraudes e irregularidades nas demonstrações financeiras. Também confirma a precisão dos saldos de contas, como contas a receber e contas a pagar, fornecendo uma visão precisa da posição financeira da empresa.

Além disso, a carta de circularização ajuda a garantir que a empresa esteja em conformidade com as normas contábeis e regulamentos governamentais. Ela protege os investidores, credores e outras partes interessadas, garantindo que as informações financeiras sejam confiáveis e precisas.

Como a Carta de Circularização é Usada?

O processo de utilização da carta de circularização envolve várias etapas:

  1. Identificação de Terceiros Relevantes;
  2. Preparação da Carta;
  3. Envio e Resposta;
  4. Avaliação das Respostas.
  5. Relatório de Auditoria.

O processo de confecção da carta é feito pela contabilidade. Quanto à estrutura do documento, ele contém duas informações principais: o saldo disponível e o saldo a receber.

Tipos de Cartas de Circularização

Existem, basicamente, dois tipos de cartas de circularização:

  1. Positivo – onde solicita-se a manifestação do terceiro que servirá como evidência;
  2. Negativo – quando a ausência de retorno representa anuência às informações prestadas.

O documento é disponibilizado após a solicitação às fontes externas.

Modelos de Carta de Circularização

Modelo 1. Pedido de Informação (Bancos)

Modelo 2. Pedido de Confirmação (Clientes e Outras Contas a Receber)

Modelo 3. Pedido de Informação (Fornecedores e Outras Contas a Pagar)

Modelo 4. Pedido de Informação (Fornecedores e Outras Contas a Receber; Fornecedores e Outras Contas a Pagar)

Modelo 5. Pedido de Informações (Instituições Financeiras)

Cartas Comerciais

Você pode gostar...